• Lattualita

    GERAL

    Evento ‘Novas Praças’ do Sicoob: produtores reivindicam linha de crédito para irrigação e perfuração de poços

    Encontro para ouvir produtores foi realizado pelo Sicoob na última sexta-feira, dia 24 de janeiro, na agência da cooperativa em São Marcos. Produtores rurais solicitaram linhas de crédito para irrigação e perfuração de poços, ampliação de prazos para pagamentos, entre outras demandas

    3 semanas atrás

Na última sexta-feira, dia 24 de janeiro, a partir das 15 horas, a agência Sicoob Credicaru (Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil) de São Marcos realizou o evento “Projeto Novas Praças”. Conforme explica o gerente local, Adones Madruga Filho, o principal objetivo da reunião – que contou com a presença de 21 pessoas – foi ouvir as demandas dos produtores rurais de São Marcos. “A gente vem buscando conhecer a realidade da cidade. O Sicoob está presente em todo o Brasil e, em São Marcos, vai completar 2 anos. Cada local tem uma realidade diferente e cada produtor tem uma necessidade diferente, falando especificamente do setor rural, do agronegócio. Para esse evento vieram pessoas das nossas centrais de Brasília e Florianópolis, buscando entender as demandas para que nós possamos ser mais assertivos nas nossas linhas de crédito do setor rural”, destaca Adones Madruga. O evento teve a participação de representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Secretaria Municipal da Agricultura e CIC São Marcos.

Novas linhas de crédito e desburocratização de processos

Produtores rurais expuseram demandas durante evento no Sicoob

Adones cita algumas demandas do setor rural apresentadas pelos produtores no evento. “Algo que nós vivemos nos últimos dias, que foi um fato que marcou bastante, foi a seca. Então os produtores propuseram que a gente criasse linhas mais específicas, mais acessíveis para irrigação e perfuração de poços. Isso entrou no nosso radar. É uma demanda que a gente vai estudar, já temos algumas coisas parecidas, mas vamos adequar, melhorar, para ajustar o nosso portfólio à necessidade do local. Também pediram prazos nos custeios, nos investimentos, porque teve alguns investimentos que mudaram e o prazo ficou mais curto. Aí pediram prazos maiores para pagamento. Eles querem também que os processos sejam mais ágeis e desburocratizados, porque a carteira rural é complicada e bastante burocrática”, detalha Adones, revelando que o Sicoob buscará soluções para a desburocratização de seus processos. “Estamos com alguns projetos, para algumas melhorias na nossa linha, até mesmo com renovações automáticas, a fim de desburocratizar o negócio. Porque o produtor rural, além de ele ter uma simplicidade, ele não tem muito tempo de estar indo atrás de certas documentações. Estamos tentando desenhar um modelo novo. O modelo atual é um pouco travado, mas ainda melhor do que em outros bancos”, frisa o gerente do Sicoob de São Marcos.

Adones Madruga Filho detalha com quais principais linhas de crédito para o setor rural o Sicoob Credicaru trabalha. “Nós temos várias linhas, desde custeio agropecuário, custeio para lavoura, para produções de uva, alho, enfim, todas as culturas da nossa região. O custeio significa manutenção, capital de giro para poder fomentar o plantio dessas culturas. Também temos investimentos para a ampliação de novas áreas. Por exemplo, se eu quero abrir uma nova área para fazer um novo parreiral, tem o investimento para abrir essa área. No meio agropecuário também, temos investimento para compra de novas matrizes. Para compra de terras também temos uma linha de imobiliário rural”, especifica o gerente.

Consultora do Bancoob ouviu demandas de produtores rurais: ‘saímos daqui com o objetivo de ajustar soluções financeiras e também divulgar mais o que temos na unidade de São Marcos’

Larissa Alves Ramos, consultora de agronegócios do Bancoob, destacou representatividade do Sicoob no Brasil

A consultora de agronegócios do Bancoob (Banco Cooperativo do Brasil) – localizado em Brasília, cujo controle acionário pertence às cooperativas centrais de crédito do Sicoob – Larissa Alves Ramos, foi a facilitadora do evento realizado na sede do Sicoob em São Marcos. “Trabalho no banco que presta serviços para as cooperativas. Meu objetivo foi apresentar o tamanho do Sicoob e a representatividade dele para o Brasil como um todo. Nós estamos nos 26 estados brasileiros e distrito federal, com mais de 4.4 milhões de cooperados. Além de apresentar, eu vim ouvir o que São Marcos precisa de soluções financeiras no agronegócio. Então foi uma tarde muito produtiva, onde foram explanadas as necessidades técnicas, financeiras, de organização social. Quando a gente conversa, verbaliza as nossas necessidades, em conjunto a gente pode se ajudar. A Sicoob Credicaru veio para São Marcos para ficar, para ajudar a comunidade a crescer e nós nos desenvolvermos juntos. Cooperativismo é isso”, assinala Larissa Ramos.

Após ouvir as demandas dos produtores rurais presentes, Larissa elogiou o perfil atuante dos agricultores são-marquenses. “As pessoas aqui são abertas, instruídas, extremamente esclarecidas. Fiquei encantada com a visão macro que elas têm do negócio que possuem. Saímos daqui com o objetivo de ajustar soluções financeiras de portfólio e também divulgar mais o que temos aqui na unidade de São Marcos, porque às vezes eles não têm conhecimento. Eu percebi que precisa ser mais divulgado as nossas soluções”, pontua Larissa Ramos.