• Lattualita

    CORONAVíRUS

    EDUCAçãO

    Secretaria de Educação distribui kits de alimentação para alunos de escolas municipais de São Marcos

    Secretaria de Educação montou 108 kits com alimentos que estavam em estoque nas escolas municipais e Secretaria de Assistência Social selecionou famílias em vulnerabilidade para iniciar a distribuição nesta segunda-feira (27)

    3 meses atrás

    KIts contém aproximadamente 10 kg de alimentos como massa, arroz, feijão e cereal (foto: divulgação prefeitura/Paola Vedovelli)

Com a suspensão das aulas devido às medidas de proteção ao Covid-19, muitas crianças, que tinham a merenda escolar como principal refeição do dia, ficaram sem este benefício. Diante da situação, o governo federal sancionou lei que autoriza a distribuição de alimentos da merenda escolar para os alunos de famílias mais carentes. Em São Marcos, a distribuição dos kits iniciou nesta segunda-feira, dia 27 de abril. A Secretaria Municipal de Educação, com apoio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação, montou 108 kits de aproximadamente 10kg cada um, que serão distribuídos até o final deste mês para alunos que se encontram em situação de vulnerabilidade social. “Essa ação é desenvolvida para que, durante este período de pandemia em que as aulas estão suspensas, os alunos que necessitam tenham o direito à merenda escolar em casa”, explica a secretária municipal de Educação de São Marcos, Tatiane Borghetti Zulian.

Entrega dos alimentos é realizada por agendamento para evitar aglomerações (foto: divulgação prefeitura)
Entrega dos alimentos é realizada por agendamento para evitar aglomerações (foto: divulgação prefeitura)

O kit inclui alimentos não perecíveis que estavam em estoque nas escolas, como arroz, feijão, massa, cereal e açúcar. O conjunto dos alimentos foi pensado pela nutricionista da SME, Renata Sandri. “Fizemos levantamentos nas escolas do que a gente tinha em estoque e montamos os kits, não fizemos novas compras. Também é uma forma de evitar que esses alimentos estragassem. Distribuímos os não perecíveis, os perecíveis não, como carnes, porque as compras eram feitas semanalmente. Fizemos uma seleção de crianças mais carentes, com auxílio da Assistência Social, e hoje iniciamos a distribuição”, explica a secretária. Alunos das escolas municipais Antônio Pessini, Ruy Henrique Nicoletti e Demétrio Moreira da Luz já receberam os alimentos.

A diretora de Assistência Social de São Marcos, Jaqueline Benato, relata que houve grande procura por cestas básicas nos últimos dias, por isso a parceria com a Secretaria de Educação foi uma forma de suprir também esta demanda. “A parceria entre Educação e Assistencial Social se deu em função da procura diária por alimentos que a Assistência tem recebido. Pensando nisso, a Educação, por ter à disposição alimentos que seriam usados na merenda escolar, montou os kits. As famílias que estão em situação de vulnerabilidade social estão cadastradas na base de dados da Assistência, então esses cadastros foram repassados para a Educação e a entrega foi feita por eles”, ressalta  Jaqueline.

A entrega é realizada por agendamento, a fim de evitar aglomerações. Após análise da lista de alunos, a direção de cada escola entra em contato com a família para informar data e horário de entrega. Os produtos que estavam em estoque nas escolas haviam sido comprados com recursos do Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Agora, a Secretaria de Educação aguarda novas determinações do governo do Estado sobre a prorrogação da suspensão das aulas e sobre a continuidade da distribuição de kits. “O que a gente tinha de alimentos já montamos os kits. Se vai ter nova distribuição vamos ter que adquirir com recurso do Pnae, mas não temos previsão ainda”, esclarece Tatiane.