• Lattualita

    SAúDE

    São Marcos recebe nova ambulância do Ministério da Saúde, avaliada em R$ 170 mil

    Município permanecerá com duas ambulâncias do Samu, duas ambulâncias de Suporte Básico e uma viatura para transporte rápido. Ambulância mais antiga do Samu será remanejada para Suporte Básico, que terá veículo mais antigo leiloado

    7 meses atrás

    São Marcos recebeu ambulância nesta terça-feira (7) (Foto: divulgação prefeitura)

Na última terça-feira, dia 7 de janeiro, São Marcos recebeu nova ambulância para fazer parte da frota do Samu. O município foi beneficiado a partir de ação do Ministério da Saúde, que contemplou outras prefeituras com a renovação de frota de Unidades Móveis. A partir de comunicado do Ministério, a Secretaria Municipal de Saúde de São Marcos se inscreveu solicitando um veículo. “Após fazermos a inscrição saiu um Termo de Doação e uma publicação no diário oficial da União, aí foi encaminhada a documentação necessária, passamos por análise e felizmente fomos contemplados. Após tudo liberado foi agendada a busca da ambulância”, explica a secretária municipal de Saúde, Maristela Lunedo. O novo veículo é avaliado em cerca de R$ 170 mil e a prefeitura precisou arcar apenas com os custos de emplacamento e transporte de São Paulo para o Rio Grande do Sul.

Ambulância mais antiga do Samu vai para frota da Secretaria de Saúde

De acordo com Maristela, o edital definia alguns critérios para que o município fosse contemplado. Entre eles estão: ter frota com idade maior de cinco anos, atender às diretrizes de implementação do Samu, não estar inoperante por falta de recursos humanos e outras exigências. Sendo contemplado com o novo veículo, São Marcos permanecerá com duas ambulâncias do Samu, já que a mais antiga será remanejada para o Suporte Básico. “Temos duas ambulâncias do Samu, mas, como elas já estão bastante rodadas, precisando de bastante manutenção, vamos descaracterizar a mais antiga e colocar no Suporte Básico. E a mais antiga do Básico irá a leilão”, antecipa Maristela Lunedo.

Ela explica que, com a substituição, o município continuará também com duas ambulâncias de transporte básico, além de uma viatura de transporte rápido, adquirida em 2018. “Essa viatura menor é uma Fiorino transformada em ambulância de transporte rápido. Utilizamos para transporte de paciente para consulta ou quando precisa levar um paciente de um hospital para outro, mas ela não é uma ambulância de resgate. E quando é necessário buscar sangue urgente em Caxias, por exemplo, mandamos ela também”, explica Maristela.

A secretária de Saúde lembra que a qualidade dos veículos impacta diretamente no bom atendimento de saúde aos são-marquenses. “Para a população, a qualidade da frota contribui para que o transporte seja mais confortável, melhorando a qualidade no transporte, gerando uma maior segurança ao paciente e equipe de atendimento”, declara Maristela Lunedo.