• Lattualita

    DESTAQUE

    Garibaldi e Alan Ferraz conquistam título histórico para São Marcos no Rodeio de Vacaria

    São-marquenses venceram na categoria Pai e Filho do 33º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria, nesta quarta-feira (5): ‘ganhar nessa modalidade no Rodeio de Vacaria é a mesma coisa que ganhar uma Copa do Mundo’

    2 semanas atrás

    Toco e Alan ficaram entre as 4 duplas vencedoras da categoria Pai e Filho do 11º Rodeio Crioulo Nacional de São Marcos

Os são-marquenses Garibaldi e Alan Ferraz, pai e filho, laçadores do Piquete Rodeio dos Teatinos, conquistaram um título histórico para o município no 33º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria – que iniciou no último dia 1º e termina no próximo dia 9 de fevereiro. Nesta quarta-feira, dia 5, eles foram uma das 5 duplas vencedoras da modalidade Pai e Filho do Rodeio de Vacaria, que contou com 217 duplas participantes.

Garibaldi e Alan Ferraz receberam prêmio no Rodeio de Vacaria no fim da tarde desta quarta-feira (5)
Garibaldi e Alan Ferraz receberam prêmio no Rodeio de Vacaria no fim da tarde desta quarta-feira (5)

Conforme conta Garibaldi Ferraz (Toco), a prova foi realizada das 23h desta terça-feira (4) às 7h desta quarta (5). “Foram 217 duplas participantes no Pai e Filho. Eles foram encurtando o raio, até chegar a uns 20 metros, e fizemos 9 voltas sem errar. Foram em torno de 20 armadas e não erramos nenhuma. É cansativo, porque você passa a madrugada inteira laçando, mas Pai e Filho é uma das modalidades mais emocionantes num rodeio. E ganhar nessa modalidade no Rodeio de Vacaria é a mesma coisa que ganhar uma Copa do Mundo”, exalta Toco. No 11º Rodeio Crioulo Nacional de São Marcos, realizado de 5 a 8 de dezembro de 2019, Toco e Alan também ficaram entre as 4 duplas vencedoras da categoria Pai e Filho.

‘É a Copa do Mundo dos Rodeios e a gente leva o nome de São Marcos’

Alan Ferraz, 25 anos, aprendeu a laçar com o seu pai Garibaldi, 50 anos, ainda criança. “Desde criança ele sempre gostou. Ele começou a caminhar e já estava com uma cordinha laçando as coisas. Depois aprendeu a andar a cavalo com 5, 6 anos, e já laçava”, lembra o pai Garibaldi Ferraz. O laçador revela que é a primeira vez que vence em uma categoria do Rodeio de Vacaria, já o seu filho Alan havia ganhado no Laço Dupla Força A, na última edição do evento, em 2018. “A gente sempre participa, só que é muito difícil de ganhar, porque aqui são os melhores laçadores que tem no Brasil. Aqui é a Copa do Mundo dos Rodeios e a gente leva o nome de São Marcos”, reforça Garibaldi Ferraz. O prêmio do Laço Pai e Filho, uma moto zero km, avaliada em R$ 10.900, foi entregue aos vencedores, que dividirão o valor do prêmio, às 18 horas desta quarta-feira (5).