• Lattualita

    CORONAVíRUS

    EDUCAçãO

    Ensino superior encara atividades à distância com mais facilidade

    Na Faculdade de São Marcos, as aulas seguem acontecendo normalmente por meio de plataformas online, sem perda de conteúdos: ‘é outra realidade’

    2 meses atrás

    Facsm segue com aulas normais mesmo à distância (foto: divulgação)

Assim como as escolas de educação infantil, ensino médio e ensino fundamental, as instituições de ensino superior também tiveram suas atividades presenciais completamente suspensas após os decretos de distanciamento social. A alternativa foi seguir com as aulas e o compartilhamento de conteúdo de forma totalmente online. Assim aconteceu também na Faculdade de São Marcos (Facsm). De acordo com a diretora da instituição, Gisele Rizzon, as atividades seguiram normalmente. “As aulas estão ocorrendo normalmente, no formato online. Os alunos têm aula normal”, relata.

Nas escolas, para que não houvesse grande perda no ano letivo, professores e alunos precisaram se adaptar às tecnologias, atravessando algumas dificuldades. No entanto, essa realidade é mais simples para o ensino superior. “Aqui é mais fácil de seguir o conteúdo, porque são alunos adultos, tem acesso à tecnologia mais fácil. É mais tranquilo e não tem praticamente perda nenhuma de conteúdo, os professores conseguem seguir normalmente, porque é outra realidade”, avalia Gisele Rizzon, que também é diretora da Escola Estadual Maranhão, onde o processo de adaptação ao meio online foi mais complexo.

As aulas da Facsm seguem acontecendo no período noturno, a partir das 19h15, por meio de plataformas online, como o Google Meeting. De acordo com novo decreto do governo do Estado, divulgado nesta quarta-feira (27), as aulas presenciais em todas as instituições de ensino serão retomadas em etapas. A segunda etapa está relacionada ao ensino superior e determina que, a partir de 15 de junho, universidades com atividades práticas retomem as atividades em formato de rodízio. Como a Facsm não depende de aulas práticas para dar andamento aos seus cursos, a instituição deve aguardar pelas próximas etapas – com o retorno total previsto apenas para setembro.