• Lattualita

    CORONAVíRUS

    SAúDE

    Coronavírus: recursos a caminho de São Marcos

    Deputados federais Márcio Biolchi e Giovani Feltes, do MDB, aprovam recurso de R$ 500 mil para São Marcos, que deve ser aplicado no enfrentamento ao Covid-19. Hospital também receberá cerca de R$ 1 milhão do Ministério da Saúde

    1 mês atrás

    Recursos federais devem ser aplicados especialmente nas medidas de enfrentamento ao coronavírus (foto: divulgação prefeitura de São Marcos)

São Marcos receberá mais R$ 500 mil de emendas parlamentares para enfrentamento à pandemia do Covid-19. Do total a ser destinado ao Município, R$ 300 mil foram viabilizados pelo deputado federal Márcio Biolchi (MDB) e os outros R$ 200 mil pelo deputado federal Giovani Feltes (MDB). As indicações foram informadas à bancada do MDB de São Marcos através de ofícios encaminhados nos dias 11 de maio e 3 de junho e devem chegar a São Marcos ainda neste mês. “Os ofícios anunciam que foram feitas as indicações no Ministério da Saúde. Quando vem o ofício quer dizer que está garantido e em breve deve chegar. Como tem a questão da pandemia, os recursos estão vindo rápido. Acredito que os dois estejam aqui em junho”, anuncia o vereador Fulvio Pessini (MDB).

Os valores, segundo ele, são resultado de um pedido da bancada do MDB do município aos parlamentares. Fulvio relata sobre a necessidade de uma rede de contatos para garantir os recursos. “É um trabalho da bancada do MDB. Temos grupos de WhatsApp com vereadores e lideranças da região da Serra gaúcha e colocamos que nesse momento de pandemia a gente precisava de uma ajuda. Então os assessores dos deputados que fazem parte desse grupo se sensibilizaram com nosso pedido e fizeram esse encaminhamento”, detalha, explicando que é com o auxílio de deputados estaduais que os recursos chegarão a São Marcos. “Foi um trabalho feito através da assessoria do deputado estadual Carlos Búrigo e veio através do deputado federal Márcio Biolchi. E da assessoria do deputado estadual Tiago Simon, que entrou em contato com a assessoria do Feltes”, relata.

Fulvio informa que os recursos, provenientes do Fundo Nacional de Saúde, serão encaminhados diretamente para o Fundo Municipal da Saúde. O valor deve ser aplicado especialmente no enfrentamento ao coronavírus. “Estamos conseguindo R$ 500 mil e é um dinheiro muito importante que vem para o Fundo Municipal. Esses recursos vêm para o Covid-19 e vão ajudar em toda a estrutura. É para testes, materiais, gastos com pessoal, para toda estrutura”, cita, destacando os altos custos da pandemia também para São Marcos. “O que se gastava na saúde em um ano no Município, está se gastando em um mês. E tem muitas empresas querendo se beneficiar desse momento, então o preço de tudo aumentou muito. Teve inflação, porque a demanda aumentou e para repor os estoques está difícil. Além do aumento enorme na quantidade desses materiais, houve aumento de preço”, observa Fulvio Pessini.

Hospital São João Bosco receberá mais de R$ 1 milhão

O Hospital Beneficente São João Bosco também receberá verba federal para arcar com despesas relacionados ao Covid-19. O valor de R$ 1.079.289,48 a ser encaminhado para a instituição de saúde de São Marcos é parte dos R$ 2 bilhões aprovados pela Lei Federal nº 13.995, de 5 de maio de 2020. O documento dispõe sobre a prestação de auxílio financeiro pela União às santas casas e hospitais filantrópicos, sem fins lucrativos, que participam de forma complementar ao Sistema Único de Saúde (SUS). O valor total foi dividido em duas parcelas, sendo que a primeira foi encaminhada no dia 21 de maio a municípios de todos os Estados. Agora, o Hospital de São Marcos será um dos beneficiados com a segunda parcela. Somente para a região da Serra gaúcha serão destinados R$ 30.366.551,86, divididos em 31 hospitais de 28 municípios.

O dinheiro deve ser entregue ao HBSJB via Fundo Municipal de Saúde e deve ser aplicado especialmente em ações relacionadas ao coronavírus, como aquisição de medicamentos, insumos, produtos, suprimentos e equipamentos hospitalares para atendimento da população. O valor também pode ser aplicado em pequenas reformas e adaptações físicas no hospital, para aumentar número de leitos de terapia intensiva, por exemplo, e para suprir os gastos em função do protocolo para enfrentar o contágio.  As entidades contempladas pelo recurso deverão prestar contas da aplicação dos valores.