• Lattualita

    GERAL

    Água em São Marcos: ‘Já estamos com uma margem de segurança’

    Conforme gerente da Corsan, nesta sexta-feira (22), caminhões-pipa abasteceram represa municipal com 1 milhão e 400 mil litros de água, cujo nível, somando contribuição das chuvas, subiu para 1,20 m

    2 semanas atrás

    Caminhões-pipa seguem abastecendo represa municipal de São Marcos

Em entrevista ao L’Attualità na manhã deste sábado (23), o gerente da Corsan de São Marcos, André Viana, confirmou que o nível da represa de São Luiz, que abastece a cidade de São Marcos, aumentou 1 metro e 20 centímetros. O resultado vem da soma do trabalho dos caminhões-pipa, que seguem transportando água para a represa, mais as chuvas registradas nos últimos dois dias. “Tivemos até o momento um aumento de 1, 20 m no nível da barragem, então nos deixa com uma margem de segurança já. Vamos ficar com os caminhões-pipa fazendo essa transposição de água do açude de Tuiuti para a barragem. Nesta sexta-feira (22), eles puxaram 1 milhão e 400 mil litros. No final desse domingo (23), vamos avaliar se continuaremos com os caminhões-pipa”, revela André Viana.

Segundo ele, a barragem de contenção do Ranchinho está enviando água para a represa municipal 24 horas. “Com mais a vazão das chuvas. Ontem (22) choveu 50 milímetros, essa noite (23) foram mais 27 milímetros. Então já estamos com uma margem de segurança. Aí vai depender do clima daqui para frente, se vai nos ajudar ou não, mas creio que a temporada de estiagem está findando”, avalia o gerente da Corsan de São Marcos.