• Lattualita

    GERAL

    Secretaria de Saúde de São Marcos abre sindicância para apurar possível emissão de receitas médicas falsas em posto de saúde

    Informação de que enfermeiro estaria emitindo receitas falsas em posto de saúde do município foi desmentida por secretária municipal de Saúde Maristela Lunedo: 'Só ao final da investigação vamos ter uma resposta'

    2 meses atrás

    Imagem apenas ilustrativa

Após circular a informação via Whatsapp de que uma sindicância interna na Secretaria Municipal de Saúde de São Marcos teria identificado que um enfermeiro estaria emitindo receitas falsas em posto de saúde do município, a reportagem do L’Attualità entrou em contato com a secretária municipal de Sáude para apurar os fatos. Conforme informa Maristela Lunedo, a sindicância foi solicitada por ela no último mês de fevereiro. “Apareceu uma receita do SUS de São Marcos com um carimbo e assinatura de um médico que não trabalha conosco, e isso chamou a atenção do farmacêutico, que trouxe a receita até a administração municipal. Então pedimos uma sindicância investigatória para ver o que está acontecendo, abrimos esse processo para verificar se essa receita veio daqui de dentro do setor municipal e registramos um boletim de ocorrência na delegacia de Polícia Civil”, revela Maristela, destacando que a administração municipal não tentou entrar em contato com o médico que assinou a receita. “Esse contato com o médico vai ser feito pela sindicância e também no boletim de ocorrência”, assinala a secretária municipal de Saúde.

Maristela Lunedo ressalta que, antes da conclusão da sindicância, não se deve apontar nomes de supostos emissores de receitas falsas no município – como tem ocorrido em conversas trocadas via Whatsapp pela população. “Nunca dissemos que desconfiamos de algum enfermeiro e isso pode se reverter contra essa pessoa que disse isso. Ninguém tem como comprovar nada. Só ao final da investigação vamos ter uma resposta”, pontua Maristela, salientando que a sindicância segue em andamento.

Também procurado pela reportagem, o delegado de Polícia Civil de São Marcos, Edinei Albarello, informa que o fato está sendo investigado. “Tivemos um B.O. registrado em fevereiro por um funcionário público do município, sobre essa possível emissão de receitas médicas falsas apresentadas em posto de saúde de São Marcos. E estamos aguardando a entrega dos documentos da sindicância realizada pela administração municipal para seguirmos com a investigação”, revela o delegado da DP de São Marcos.