• Lattualita

    EDUCAçãO

    ESCOLA ESTADUAL MARANHãO

    Maranhão conquista 2º lugar em competição de foguetes

    Alunos e professor de São Marcos levaram mini foguete à Competição Regional de Foguetes, na UCS, e competiram com outras 28 equipes da região. Equipe OVNI da Maranhão ficou em 2º lugar e outras duas equipes da escola ficaram em 5º e entre as 12 melhores

    6 dias atrás

    Equipe OVNI. do Grupo de Foguetes de São Marcos, ficou com o 2º lugar na categoria precisão (Foto: divulgação)

A Escola Estadual Maranhão, de São Marcos, já é conhecida  na região pelos seus foguetes. Neste sábado, 8 de junho, aconteceu a 4ª Competição Regional de Foguetes – etapa Caxias do Sul, e mais uma vez o protótipo são-marquense ficou entre os melhores. O evento aconteceu na Vila Esportiva da Universidade de Caxias do Sul, onde 28 equipes de 12 escolas da região lançaram seus foguetes ao céu. A competição premia estudantes com a melhor precisão no lançamento dos mini foguetes, que funcionam por meio da pressão da água. A Escola Maranhão levou três equipes do Grupo de Foguetes de São Marcos para a competição, que conta com alunos de 7º a 9º anos. Foi a equipe OVNI que ficou com o segundo lugar. “Temos o grupo desde 2018 e dividimos em três equipes. Uma ficou em 2º lugar, outra ficou em quinto e outra entre as 12 melhores”, informa o professor Marcos Grizon, que ministra as aulas práticas de física no contraturno e acompanha os estudantes nas competições.

O 1º lugar do campeonato ficou com a escola Impulso, de Caxias, e o terceiro com a  Escola São Roque, de Carlos Barbosa. A competição de foguetes é destinada a alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3° ano do Ensino Médio e, nesta edição, reuniu 112 estudantes. A avaliação é feita a respeito do lançamento do foguete, no entanto, o objetivo da competição não é apenas atingir a maior distância. Por sorteio, são determinadas as distâncias a serem atingidas em cada bateria de lançamento. “Essa etapa é por precisão. Eles já vão sabendo que poderia ser o lançamento de 75m, 100m, 125m ou 150m. Cinco minutos antes do lançamento eles falam qual distância e os alunos precisam calcular, de acordo com os estudos que já fizeram, qual a força que precisa ser colocada em cada fase”, esclarece Marcos.

A Competição Regional de Foguetes é promovida pela UCS com apoio do Projeto Phoenix Rocket Team e tem o objetivo de despertar nos alunos o interesse pela vocação científica, além de inserir a educação científica no dia a dia das instituições de ensino básico. Em 9 de novembro acontecerá a etapa Bento Gonçalves da competição. O professor revela que a participação dos alunos da Maranhão já está confirmada. “Nossa intenção é continuar, ir em mais competições, fora do Estado também. E fazer foguetes cada vez melhores e mais poderosos”, destaca Marcos Grizon.